30.11.09

i also agree that everyone should wear a moustache.



Só queria aqui abrir um parêntesis neste sítio em imensa suspensão, para dizer que estes novos Efterklang são ainda melhores que a melhor fruta crua. Recomendam-se ainda mais ao vivo. Portugal passou ao lado, mas Viena ouviu-os respirar. E diga-se, ainda ecoam por aí, tal a agressividade com que trataram aquele armazém poeirento que se dá por nome de Fluc. Muitos estragos. Muitas nódoas negras, daquelas internas, invisíveis, mas certeiras no embate.

17.9.09

utopias.


Brochure, 1943






Belief in the Age of Disbelief, 2005, Cyprien Gaillard


"In 'Belief in the Age of Disbelief', Gaillard has introduced tower blocks into 17th Century Dutch landscape etchings. These post-war structures, once a symbol of utopian promise that have now come to represent racial conflict, urban decay, criminality and violence, have been seamlessly assimilated into a rural idyll. Some tower blocks have been positioned in the composition like a defiant medieval fortress, others as apocalyptic ruins. Like the paintings of Hubert Robert, admired by Diderot, who depicted ancient ruins and even the imaginary future ruins of the Louvre (1796), Gaillard comments on the relationship between romanticism and decay, and architectures' inherent communicative power."

22.8.09

entropias.



Há quem diga que as distâncias aproximam, e relativizam todos os momentos, ou criam névoas da realidade. Talvez vivamos mais, ou pelo menos mais intensamente. mas há sempre, num paralelo das viagens, uma síntese entrópica do adiamento, muito inevitável e significante.

padrões poéticos.




"...a voz é outro corpo. É como outro corpo dentro do corpo e, para mim, a ser explorado como o resto do corpo... As palavras têm esta coisa muito curiosa porque são som e sentido ao mesmo tempo. E uma pessoa tanto pode explorar só o seu lado de sentido como pode só explorar o seu lado de som, como pode estar ali a jogar entre os dois. e esse jogo entre os dois é um mundo infindável. É algo que uma pessoa pode não fazer mais nada na vida, senao estar ali a explorar, que é o que faz um poeta... só que pôr a poesia na voz, ter essa cadência no corpo, é uma coisa muito fascinante. Interessa-me usar todos os meios que tem uma performance, na história da tal multiplicidade ser potência..."
(vera mantero, revista nexus:00, 2007 )

18.8.09

de cá. II





© margherita spulitini
School in Heustadelgasse, Wien.
Henke und Schreieck.

6.8.09

wien, 7th district, neubaugasse, 5a, backwindow, coffeemachine right there.




È totalmente ás escuras que o meu livro vai sendo desenhado. Por vezes troco as páginas e passo folhas ao acaso. O grafismo da página seguinte é sempre algo desconhecido, novo, ou re-inventado. Algumas ficam em branco e outras são reescritas várias vezes, tao caoticamente que o fim também costuma servir de ponto de partida.
Viena é simultaneamente certeza e incógnita, e eu (para responder à pergunta típica do Daniel) gosto disso.

29.6.09

ibere camargo references.


siza vs f.l.wright

siza vs lina bo bardi

siza vs niemeyer

siza vs niemeyer

12.6.09



Não sei como me fazer entender e dizer a próxima frase, de modo a perceberes que o meu pedido de desculpa é na tua direcção e não circular apontado para mim (os limites são um bocadinho difusos). Meu amor, sabes que se não me esquecesse, era um sinal claro de que algo em mim estava transformado.
E nunca pensei que acabaria por achar que, ficares uns dias em Amesterdão antes de vires, talvez não seja uma má ideia. (Isto de nunca se poder confiar nos correios...:) )

1.6.09

das definições possíveis de uma adolescência. #2


Rejeitávamos todos os caminhos oficiais e ao longo de sinais encontrados sempre do outro lado da berma, continuavamos por trilhos empoeirados, enquanto iamos escrevendo e desenhando, com o indicador, expressões patetas em todos os objectos pelos quais fossemos passando. Às vezes, quando chovia, ficavamos cobertos de lama, e trocavamos (ou tiravamos) a roupa. Pensando bem, de certa forma, continuamos a fazê-lo.

das definições possíveis de uma adolescência.



Houve uma altura em que, sempre que nos encontrávamos, faziamos isto muitas vezes. (As tuas letras eram as que melhor me lembro.) Uns anos depois trocamos os instrumentos improvisados e as palminhas e as danças descoordenadas por outros interesses e outros ritmos.

28.5.09

radiohead. house of cards. making of.


House of Card's Music video, interactive data viewer, and source code.

"With Director James Frostand a bunch of other great people, lasers and sensors were used to create a 3D data "music video" for Radiohead. he project was launched as an Open Source project on Google Code. An interactive online viewer (created along with Aaron Meyers) allows for #D investigation of the data online.

The video was nominated for a Grammy in 2009 (Best Short Form Music Video)."

Aaron Koblin